Conecte-se conosco

Televisão

Presidente da Caixa acusa Band de pedir dinheiro

O vídeo da reunião ministerial de 22 de abril causou mal-estar na direção da Band. Nele, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, acusou o grupo de comunicação de ficar pedindo verbas publicitárias ao banco.

A gravação, liberada ontem pelo STF, foi exibida na íntegra no “Brasil Urgente”, de José Luiz Datena. O apresentador ficou irritado com a situação e disse que não faria mais propagandas da Caixa e entrevistas com Jair Bolsonaro.

A direção da Band, em nota divulgada às 20h11 na TV, chamou de “leviana e irresponsável” a afirmação de Pedro Guimarães e manifestou orgulho “de operar com lisura na sua área comercial e não admite que qualquer de seus funcionários saia da linha técnica e rigorosa. Repudiamos a insinuação caluniosa que essa frase contém”.

Em resposta, Pedro Guimarães disse que estava sob forte emoção durante a reunião.

“Todos sabem o momento que estamos atravessando na Caixa, em especial para cumprir a hercúlea tarefa de levar o auxílio emergencial a mais de 50 milhões de brasileiros. Em nenhum momento pretendi desabonar pessoas ou instituições, muito menos sugerir a prática de qualquer conduta irregular ou ilícita”.

Mais Lidas