Conecte-se conosco

Televisão

Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão por vídeo sobre Maria do Rosário

O comediante Danilo Gentili foi condenado a seis meses e 28 dias de prisão por gravar um vídeo sobre a notificação extrajudicial enviada por Maria do Rosário em 2017.

Para a juíza Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Criminal de São Paulo, Gentili atribuiu “alcunhas ofensivas” à imagem da deputada e expôs, em tom de deboche, os servidores públicos federais e a Câmara dos Deputados, o que configura crime de injúria.

A defesa do comediante alegou que a peça era humorística. O argumento, no entanto, foi rejeitado pela magistrada.

“Se a intenção do acusado não fosse a de ofender, achincalhar, humilhar, ao ser notificado pela Câmara dos Deputados, a qual lhe pediu apenas que retirasse a ofensa de sua conta do Twitter, o acusado poderia simplesmente ter discordado ou ter buscado a orientação jurídica de advogados para acionar pelo que entendesse ser seu direito”, diz.

Gentili, que perguntou no twitter se alguém poderia levar cigarros para ele na prisão, pode recorrer em liberdade.

Mais Lidas