Conecte-se conosco

Televisão

GloboNews reproduz corrente do Facebook como se fosse real

CWw03AbUEAA6GrE

A GloboNews viveu seu momento Miss Universo 2015 na tarde desta segunda-feira, durante o “Estúdio I”.

Às 14h27, Leilane Neubarth noticiou – como se fosse real – um “protesto sensacional e silencioso” repercutido no Facebook durante o fim de semana.

Para apresentar a aventura dos passageiros do metrô que cruzaram as pernas em solidariedade a uma criança oprimida pelo pai, a experiente jornalista fez uma leitura dramatizada, acompanhada pelo GC “Menino descruza as pernas após bronca e recebe a solidariedade de outros passageiros do vagão”. Só foi avisada do erro de sua produção minutos depois, quando o Twitter explodia.

É aceitável o site “Razões Para Acreditar” não compreender a maluquice presente em um protesto com cruzadas de pernas, olhares sagazes e sorrisos irônicos em um trem que seguia, durante o horário de pico, para a estação Paraíso. O que não é aceitável é a GloboNews aceitar um relato frívolo, chinfrim, digno de romance de banca de jornal, mesmo após o relato público – postado no sábado* – do criador da história.

Ao expor uma de suas melhores âncoras a um equívoco desses, a equipe do “Estúdio I” mostra que a interatividade não pode ser o principal atributo a ser perseguido pelo jornalismo em tempos de redes sociais.

*print do relato
face

Mais Lidas