Conecte-se conosco

Sociedade

Deputados que desejam CPI do Porta dos Fundos custam caro e não têm graça alguma

O deputado Altair Moraes está preocupado com a Netflix

O deputado estadual Altair Moraes disse ao site “Congresso em Foco” que o pedido de instauração da CPI do Porta dos Fundos na Assembleia Legislativa de São Paulo tem quase 5o assinaturas.

“A adesão foi geral e não podemos dizer que apenas dos deputados evangélicos. O tema do filme – “A primeira tentação de Cristo” – é ofensivo para a maioria dos deputados estaduais eleitos por São Paulo já que somos 94 e temos quase 50 assinaturas”, explicou o parlamentar do Republicanos.

Um deputado da Assembleia Legislativa de São Paulo custa R$ 219 mil mensais entre salário, subsídios (o dinheirinho usado para contratar assessores) e verba de gabinete (os pobrezinhos ganham só R$ 25 mil, então recebem um extra para custear gasolina, aluguel de imóveis, gráficas etc). Isso significa que o Estado mais rico e, em tese, mais desenvolvido do país está queimando mais ou menos R$ 10 milhões mensais com fiscalizadores de piadas. Triste, não?

O requerimento para a instauração da CPI da Porta dos Fundos será protocolado no dia 3 de fevereiro, depois do recesso dos nobres deputados. Dá pra ver que eles trabalham muito mesmo.

Mais Lidas