Conecte-se conosco

Poder

Ministério da Saúde chama de fake news informações espalhadas por Bolsonaro

O site do Ministério da Saúde tem corrigido informações falsas – as famosas “fake news” – espalhadas pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores dentro e fora das redes sociais.

Uma das postagens salvas pelo Teleguiado fala da cloroquina, tema caríssimo ao governo federal. Nela, o Ministério da Saúde ressalta que Donald Trump não ordenou a produção do medicamento em grande escala e que o mesmo não é indicado para prevenção ou cura do coronavírus.

A mensagem está em rota de colisão com o posicionamento adotado por Jair Bolsonaro. Na última terça-feira, em conversa com a imprensa, o presidente voltou a defender o uso da hidroxicloroquina para pacientes do grupo de risco.

“Eu repito a vocês. Se fosse minha mãe, ela está com 93 anos de idade, eu vou atrás dela, pego o médico que concorda com esse medicamento, e ela usaria a hidroxicloroquina”.

As discordâncias entre o Ministério da Saúde e Jair Bolsonaro em relação ao afrouxamento da quarentena e à adoção da cloroquina no tratamento da Covid-19 são visíveis desde o início da pandemia, em março. Na última sexta-feira, Nelson Teich não resistiu à pressão e pediu demissão do cargo de ministro da Saúde. Antes dele, Luiz Henrique Mandetta deixou o governo.

Mais Lidas