Conecte-se conosco

Poder

Promotores veem indícios de superfaturamento em operações de Flávio Bolsonaro

Foto: Pedro França/Agência Senado

O Ministério Público do Rio de Janeiro encontrou indícios de superfaturamento – e, consequentemente, lavagem de dinheiro – nas operações imobiliárias do senador Flávio Bolsonaro.

Os promotores, informa a edição online de Veja, constataram que Flávio Bolsonaro lucrou mais de 200% com a venda de apartamentos entre 2010 e 2017. O caso mais suspeito envolve um apartamento de Copacabana, que valorizou 292% em 15 meses.

Além da lavagem de dinheiro, os investigadores dizem ter elementos de mais dois crimes cometidos por Flávio Bolsonaro: peculato e formação de organização criminosa.

Mais Lidas