Conecte-se conosco

Poder

Flavio Bolsonaro não é vítima da imprensa – e nem poderia ser tratado como tal

Flavio Bolsonaro é deputado estadual pelo Rio de Janeiro desde 2003. A partir do ano que vem, representando o mesmo estado, ocupará uma cadeira no Senado. Não bastasse tudo isso, é filho do presidente da República. Não tem nada de coitado e merece ter a vida devassada pela imprensa e todos os órgãos de fiscalização. Políticos existem para cumprir regras, prestar contas e atender nossos interesses. Não para disparar frases prontas contra a “corrupção” e ensaiar torcida organizada.

Jair Bolsonaro venceu a eleição com o discurso de reconstrução do Estado, de demolição da classe política. Por isso, e só por isso mesmo, não pode ignorar as claríssimas evidências da imoralidade – corrupção não engloba só o que é ilegal – engendrada dentro do gabinete do filho.

Justa ou não, a imprensa cumpre seu papel de fiscalizadora do poder. E nenhum sobrenome representa mais poder no Brasil contemporâneo do que o sobrenome “Bolsonaro”.

Mais Lidas