Conecte-se conosco

Imprensa

Estadão chama Bolsonaro de “líder de facção”

O Estadão definiu, em editorial publicado na sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro como um “líder de facção”.

“Jair Bolsonaro tem agido cada vez mais como líder de facção, e não como presidente da República. Invocando sempre a necessidade de satisfazer seus eleitores, malgrado o fato de que foi eleito para governar para todos, Bolsonaro tem contribuído para transformar debates importantes em briga de rua. É a reedição do ominoso “nós” contra “eles” que tanto mal fez ao País durante os desastrosos anos do lulopetismo”.

Leia a íntegra.

Mais Lidas