Conecte-se conosco

Televisão

Mário Covas propôs taxa extra na conta de luz para custear a TV Cultura

O ex-governador Mário Covas propôs, em 1997, a criação de uma taxa exclusiva para a TV Cultura.

A medida previa a cobrança de uma alíquota extra nas contas de luz dos paulistas. A contribuição variaria conforme o consumo de KwH, oscilando entre R$ 2 e R$ 5.

A rejeição da população assustou o governo estadual, que preferiu cancelar o projeto e evitar dissabores na eleição do ano seguinte.

Se a proposta tivesse saído do papel, a Fundação Padre Anchieta pularia da 7ª para a 3ª posição no ranking dos maiores faturamentos do mercado, atrás de Globo e SBT – a Record, à época, não esbanjava o dinheiro da Igreja Universal.

Atualmente, a TV Cultura aceita publicidade privada. O ibope, no entanto, cai ano a ano. Em 2017, ficou abaixo de 1 ponto na média das 24 horas do dia.

Anúncios
Comente

Mais Lidas