RSS

teleguiado.com

TV Brasil fala em “golpe” e sugere corte no Bolsa Família em novo governo

tv-brasil

A TV Brasil sugeriu o fim do Bolsa Família na gestão Temer e usou a expressão “golpe de Estado” ao repercutir o afastamento de Dilma Rousseff.

Tosca e emocional, a edição noturna do “Repórter Brasil” lembrou os programas do Gugu na Record.

Do discurso de despedida da petista, a equipe do telejornal destacou trechos sobre a tortura sofrida na ditadura militar, a “traição” do PMDB e o câncer linfático tratado em 2009. Faltou a trilha triste.

Principal comentarista político da estatal, Paulo Moreira Leite levantou dúvidas sobre a participação de Henrique Meirelles – nome apreciado pelo mercado – na gestão Temer e a continuidade do Bolsa Família.

Nem os veículos estrangeiros escaparam da esparrela estatal. Em mais de uma oportunidade, a TV Brasil deu a entender que jornais e portais da Europa e dos Estados Unidos denunciavam um “golpe de Estado”.

O PT também teve espaço no “Repórter Brasil”. A nota divulgada por Rui Falcão, presidente nacional da sigla, no site da Agência PT foi citada pelas âncoras, bem como o manifesto do PSOL. Somente uma legenda da oposição ganhou espaço.

Criada no governo Lula, a TV Brasil é a maior caixa preta da comunicação pública tupiniquim. Custa muito, raramente sai do traço e está sempre de portas abertas para os amigos do partido dos trabalhadores.

Leia também

Compartilhe esta notícia