Conecte-se conosco

Sociedade

Conar: cretinice sem fronteiras

O Conar suspendeu a propaganda da Nextel em que João Cortês, ex-ruivo da Vivo, satiriza as principais operadoras de telefonia do país. Para o órgão de autorregulamentação da publicidade brasileira, o vídeo causa danos às imagens de Vivo, Claro, Oi e Tim.

A cretinice do Conar é sem fronteiras.

Anúncios
Comente

Mais Lidas