Conecte-se conosco

Música

Mais dez clipes que ninguém sabe como foram parar no Disk MTV

Sabrina Parlatore anunciou cada bomba...

Sabrina Parlatore anunciou cada bomba…

O Teleguiado publicou semana passada uma lista com os dez clipes mais bizarros da história do Disk MTV.

A repercussão foi excepcional. O post foi o segundo mais acessado da semana e o mais compartilhado nas redes sociaias. Só o “Um dia com a TV Brasil” ganhou mais atenção no Twitter e no Facebook.

Por isso, preparamos uma segunda edição para esta série. Aqui, vocês vão conferir as faixas bônus dessa maratona de one hit wonders e acidentes musicais.

Rajja e Cabong
“Sai da Minha Veia”

Raimundos e Charile Brown Jr. dominavam as paradas em 1999. O que a Sony planejou para 2000? Uma banda parecida com o Raimundos e com o Charlie Brown Jr. O resultado é este abaixo. Valeu a pena? Claro que não.

[youtube id=”R8y9d7v5b5c”]

Krystal 
“Super Girl”

A Krystal era apadrinhada de um Backstreet Boy. E da MTV Brasil. “Super Girl” chegou a ocupar o terceiro lugar no Disk MTV. Fracasso de vendas no exterior, teve seu sonho de glória e fama ceifado pela gravadora.

[youtube id=”8E0sawMArmI”]

Catedral
“Eu Amo Mais Você”

Música gospel na MTV? Sim, senhor. A Catedral tinha um vocalista que imitava Renato Russo, instrumentistas de culto evangélico e clipes que lembravam os VTs da “Sessão dos 318” e da “Terapia do Amor”. “Eu Amo Mais Você” ocupou as primeiras posições do Disk e do Top 20 por semanas.

[youtube id=”7yii6MwkYBc”]

As Meninas
“Xibom Bom Bom”

2000 foi o ano mais democrático e interativo do Disk MTV. Para atiçar os ânimos dos fã-clubes, Sabrina Parlatore anunciava as posições e detalhes da votação. Naquela época, os Backstreet Boys eram dominantes. Recebiam, em média, 30% dos votos diários. Com as presenças de Hanson, Red Hot Chili Peppers e N Sync, mais da metade das ligações ficavam comprometidas. Assim, quem se esforçasse um pouquinho conseguia dar um “olá” na vitrine da Music Television. Foi assim que o axé de protesto “Xibom Bom Bom” emplacou um 20º na parada semanal da emissora.

[youtube id=”jsJ0NccGEdc”]

B5
“Matemática”

Tem crianças que estudam. Tem crianças que lançam clipes. Tem crianças que pedem os clipes. Azar o seu, azar o meu, azar o do Brasil.

[youtube id=”8mymdMONg1g”]

Vinny & Tiazinha
“Uh Tiazinha”

Luciano Huck é genial. Botou máscara e chicote numa atriz e vendeu ela como o fetiche do século 20. Em tempo recorde, Tiazinha deixou de ser depiladora para virar heroína e cantora. O disco vendeu milhares de cópias. O clipe recebeu milhares de votos. Indicado ao VMB, saiu do Disk para respirar na faixa “Al Dente”, de clipes com peito de fora.

[youtube id=”–f3tkmB-GM”]

Aaron Carter
“Aaron’s Party” 

Irmão do Nick Carter. Só fez sucesso nas MTVs do Brasil e da Itália. O fracasso na parada musical explica o fracasso nas eleições.

[youtube id=”y0p3jn7ODuc”]

Thalia
“Reencarnacion”

Thalia emplacou muitos clipes na parada da MTV. O mais tosco tem uma temática meio cigana, meio cavalo marinho. É difícil entender o conceito. E especialmente difícil aceitar que um clipe desses foi hit.

[youtube id=”RgyKGpBErPg”]

Lan Lan & Os Elaines
“100 Xurumela”

Versão tupiniquim e politizada do T.A.T.U. Socorro.

[youtube id=”Kh8ukoZd-0I”]

Rasmus
“In The Shadows”

A versão emo do Nightwish surgiu no Disk de 2004 para provar que a crise na Europa começou antes da quebra da Grécia.

[youtube id=”azpErXezD8M”]

Mais Lidas