RSS

teleguiado.com

Os piores da TV em 2016

5º Cine Rooftop
Em “Cine Rooftop”, atração do Paramount Channel, Dan Stulbach, André Frateschi e Maria Fernanda Cândido debatem o cinema com produtores e atores brasileiros. A arrogância, a desinformação e a visão arcaica dos participantes explicam o fracasso artístico e comercial dos nossos filmes.

4º Esquenta
O novo “Esquenta!” não é um programa de televisão. É um safári pautado pelas impressões que os intelectuais das redes sociais têm a respeito dos brasileiros de baixa renda.

3º Ferdinando Show
Coadjuvante mais bitolado do “Vai Que Cola”, Ferdinando repete nos trinta minutos de seu ‘talk show’ um amontoado de piadas que lembra a timeline do Twitter nos dias pouco inspirados. Nem os bordões e as ensaiadas interações com a plateia funcionam.

2º Roda Viva
“É inadmissível preencher um programa de 90 minutos com questionamentos vagos sobre a reforma do ensino médio e a PEC dos gastos públicos. Sobretudo quando os mesmos questionamentos foram realizados – com um tantinho mais de objetividade – no “Mariana Godoy Entrevista” e em outros veículos de comunicação”. 

1º X-Factor Brasil
Nenhuma competição na categoria do “X Factor Brasil” se estabelece sem jurados e candidatos interessantes. Os modernos “Ídolos” e “The Voice Brasil” e os modestos “Programa Raul Gil” e “Show de Calouros” só fizeram história na televisão porque mobilizaram talentos da opinião e do gogó.

Leia também

Compartilhe esta notícia