RSS

teleguiado.com

Cinema nacional cresceu, mas ainda é a segunda opção do público

Cena de "Minha Mãe é uma Peça", atual sucesso do cinema brasileiro.

Cena de “Minha Mãe é uma Peça”, atual sucesso do cinema brasileiro.

Os longas brasileiros levaram, segundo a Filme B, 13,6 milhões de pessoas às salas de cinema no primeiro semestre de 2013.

O desempenho equivale a um crescimento de 280% no comparativo com o mesmo período do ano passado.

A empolgação tomou automaticamente conta das páginas de cultura dos jornais e portais.

Expressões como “ano de ouro”, “renascimento” e “arrancada” foram empregadas pelos jornalistas e colunistas.

Pena isso tudo ser… ficção.

A alta é real, porém tem mais a ver com os números pífios de 2012 do que com a excelência dos números de 2013.

Na disputa entre filmes brasileiros e estrangeiros, a diferença ainda é enorme.

Mesmo em queda, o circuito internacional vendeu 58,7 milhões de ingressos – 4,3 vezes mais que o circuito local, puxado pelas comédias e roteiros sobre Renato Russo.

Um bom reflexo disso está na lista das dez maiores bilheterias até o dia 7 de julho, disponível abaixo. Apenas dois títulos são daqui.

1º Homem de Ferro – R$ 96.9 milhões
2º Velozes e Furiosos 6 – R$ 48.9 milhões
3º João e Maria – R$ 48.6 milhões
4º De Pernas pro Ar – R$ 44 milhões
5º Detona Ralph – R$ 42.7 milhões
6º Se Beber, Não Case 3 – R$ 34.9 milhões
7º Croods – R$ 33.6 milhões
8º Vai que Dá Certo – R$ 28.9 milhões
9º Universidade Monstros – R$ 28.7 milhões
10º OZ – R$ 26.4 milhões

Leia também

  • Chato que em termos de conteúdo e elaboração os filmes não evoluem. Parece uma grana indo para o lixo.
    Eu migraria investimentos, se é que investiria alguma coisa, para produções para a internet. Um tanto mais democráticas, com despesas menores e condições de, mesmo pela cópia, gerar produtos com alguma qualidade e/ou cara própria e com resultados muito mais factíveis de serem mensurados.
    Evoluir pela quantidade.

    Daí, quem tivesse peito que empreendesse para a telona.

Compartilhe esta notícia