RSS

teleguiado.com

Audiência da Fórmula 1 cresce 7,6% na TV aberta brasileira

(© COPYRIGHT FREE)

A quase aposentadoria de Felipe Massa e a disputa acirrada entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton fizeram a Fórmula 1 recuperar parte do público perdido na TV aberta.

As dezoito corridas transmitidas ao vivo pela Globo em 2016 renderam 8,5 pontos de média. As dezessete provas veiculadas integralmente ano passado, 7,9. Crescimento, portanto, de 7,6%.

O GP do Brasil teve papel fundamental na melhora do ibope da categoria. Mesmo com as várias paralisações em decorrência da chuva forte que caiu em Interlagos, a transmissão consolidou 16,9 pontos de média. Mônaco (10) e Abu Dhabi (10,2) também colaboraram.

Mais rápida do campeonato, a corrida da Itália apresentou a maior queda na análise das duas últimas temporadas. Recuou 18%, de 10 para 8,2 pontos de média. Só não reuniu mais público que as provas disputadas nas madrugadas e o GP da Hungria, historicamente modorrento.

COMPACTOS
Para preservar o futebol, a Globo abriu mão da exibição de três corridas ao vivo em 2016. Os compactos dessas provas (Canadá, México e EUA) renderam 7 pontos de média à emissora. Na temporada 2015, apenas os GPs do México e dos EUA entraram na faca. Exibidos depois do “Tomara que Caia”, consolidaram 5,5 pontos de média. Diferença de 27,2%.

Leia também

Compartilhe esta notícia